segunda-feira, junho 18, 2007

Cão da Serra faz ÃO ÃO

No passado fim de semana, estava eu em casa sem grande apetite para fazer nada e decidi ir até à Serra da Estrela. Apeteceu-me constatar como está verdinha a nossa Serra este ano com tanta chuva que tem caído. Os carvalhos que foram plantados é que de certeza estão a adorar o tempo que faz...

Como o tempo não estava lá muito propício a caminhadas e afins, decidi ir até ao ponto mais alto da Serra da Estrela. Para meu espanto, era a chegada de etapa de uma prova de ciclismo que tinha como percurso saída em Aveiro e chegada à Torre. "Gandas malucos" estes gajos das duas rodas a pedais. Estavam 9 graus na Torre e muito vento e chuva, o que dava uma sensação de ainda mais frio. Uns autênticos bravos é o que posso dizer destes desportistas.

Pessoas a ver, muito poucas e todas dentro dos seus automóveis. Creio que o tempo terá sido o principal responsável pela pouca afluência de público, mas a publicidade que foi feita também não ajudou. Creio que num pelotão, que tem uma equipa apoiada pelo clube dos 6 milhões de adeptos, estarem 20 carritos na zona da Torre é algo francamente negativo. Eu tava lá e não sou desse clube...

Finalizada a etapa, da qual irei fazer um post ainda hoje com algumas fotos, decidi ir até à Torre (eu estava na recta da estância). Chego à Torre e para além dos elementos da organização desta prova, que estavam completamente gelados a recolher todo o material, que mais havia para ver?

Isso mesmo, o Centro Comercial da Torre com as suas 19 lojas e uma vastidão de cheiros assim que se entra pela porta de acesso.

Já não entrava neste espaço há mais de 6 anos e, sinceramente, não sei se lá voltarei a entrar nos próximos 6 anos.

O que me lá tinha feito entrar era a vontade de comer alguma "sandocha" de Queijo da Serra, esse manjar dos deuses que a nossa Serra tem para nos dar, mas é que assim que entrei fiquei logo com a sensação de barriguinha cheia. É caso para dizer que enchi o estômago sem gastar um euro. Mas no meio daquele cenário algo apocalítico, o que mais me chocou foram as condições em que aqueles pobres comerciantes se encontram. Basta ver esta foto da entrada principal (nem me atrevi a fotografar as casas de banho):

Será que dos tais 100 milhões de euros, não haveria lá uns tostões para dar mais dignidade a um pseudo Centro Comercial, que teima em existir, na zona da Torre?

Agora veja-se alguns dos produtos, tipicamente regionais, que se vendem neste Centro Comercial:

O belo do Cão da Serra, made in China, que segundo consta no papel que lhe espetaram na testa, ou melhor no focinho, diz que faz ão ão... epa, quando vi aquilo só me apeteceu ligar para a protecção dos animais e denunciar este caso de maus tratos, mas depois é que pensei "epa, pera lá, é boa ideia o papel na tromba. É que podem vir alguns turistas que julguem que o Cão da Serra, faz miau miau ou cócórócócó!..."
Uma coisa é certa, era bem mandado o bicho. Teve ali sempre quietinho à porta da loja a guardar o seu território.

Agora veja a imagem em baixo e tente concentrar-se no produto que quer comprar:

Que tem a dizer caro leitor? Já conseguiu concentrar-se no que quer comprar? Então veja que outros produtos encontra em redor daquele que quer... faça este "jogo", é deveras muito interessante. Gosto especialmente do cesto com o pão com chouriço em cima do queijo. Duvido que saiba apenas a chouriço, mas tudo bem...

Agora veja esta montra. Diga-me quantos produtos são típicos da região?! Também gostei muito de "jogar" a este "jogo"...

Bem, muito mais haveria por dizer, mas creio que por vezes é melhor ir constatar esta (triste) realidade com os próprios olhos (e cheiro).

Antes de terminar gostaria apenas de deixar algumas questões no ar:

Será que é esta a estratégia para chamar turistas à nossa Serra?

Será que é esta a forma mais correcta de tornar a Serra da Estrela na tal zona de turismo de eleição?

Será que a entidade que recebe as rendas destes comerciantes não deveria de (pelo menos) zelar por manter o espaço com um mínimo de condições de higiene?

Numa altura em que tantos "raids" da ASAE se vêm pelo país fora, gostaria de desafiar esse organismo a fazer uma "visita turística" a esta meca do comércio de produtos típico-regionais!

Este foi um breve relato da minha visita, fico a aguardar também pelo seu relato.

Por fim, gostaria de partilhar apenas estas duas imagens:


Este é o verdadeiro Cão da Serra! O que estava lá dentro dizia que fazia ÃO ÃO...

Este, se falasse, certamente nos diria a revolta que sente ao estado a que chegou a Serra da Estrela! Notei-o completamente resignado com tudo o que o rodeia...

Cão da Serra, enquanto puder vou lutar para que algum dia esta pouca vergonha mude e possas voltar a ladrar como os teus antepassados faziam quando andavam a guardar os rebanhos pelas encostas da nossa querida Serra da Estrela!

4 comentários:

"O Padrinho" disse...

Excelente post mais uma vez! Já estávamos com saudades de mais umas denúncias! Quanto ao centro comercial da torre acho que entrei lá uma vez, mas fugi logo por causa do cheiro aqueijo... Se há coisa que o Padrinho não gosta é de queijo. Realmente esse shopping é uma tristeza e admira-me não teres encontrado nenhum galo de barcelos no meio de tanto "artesanato"!

TPais disse...

Isto parece-me matéria para essa organisação mafiosa a que chamam ASAE!

Pedro n. t. santos disse...

O "centro comercial da Torre" é bem a imagem da degradação a que chegou o planalto da Torre...pior será tentar imaginar para onde vão os respectivos esgotos!

E isto que estamos a falar de uma área que pertence à Rede de Reservas Biogenéticas do Conselho da Europa e ao Sítio "serra da Estrela" da Rede Natura 2000. Eu nem quero imaginar o que aconteceria na Torre se não estivesse "protegida" por tantos instrumentos legais...

A questão do "cão ão ão" é só mais uma das muitas parolices que se adaptam bem ao turismo de "saco de plástico" que se continua a fomentar, fazendo o alcatrão chegar cada vez a mais lados...turismo do qual, os verdadeiros e últimos artesãos da Estrela não retiram lucro algum, ao contrário de algumas longínquas fábricas em Xangai!

Mas esta questão dos "cães da serra" fez-me recordar uma situação bem mais escandalosa e terceiro-mundista, precisamente porque tem a ver com "cães a sério" ( e aqui não importa se serão ou não da raça Serra da Estrela).

Falo do degradante espectáculo dos "cães enjaulados" à beira da estrada, visíveis à porta de cada comércio no Sabugueiro. Cães presos em gaiolas e obrigados a estar horas sob o sol inclemente do Verão, tratados sem o mínimo respeito.

A maneira como um povo trata os animais ou as árvores, por exemplo, dá bem a imagem do seu avanço civilizacional. Vendo aquele espectáculo ficamos sem ilusões quanto à nossa posição no dito "mundo civilizado".

sdreamer disse...

Cães a serio que ja nem força têm para dizer "ão ão".
Coitado, espero que tenha um futuro melhor que o demonstrado na fotografia.
Bom trabalho, por cá passarei mais vezes.

Se tiver tempo: http://sborboleta.deviantart.com