segunda-feira, dezembro 17, 2007

Ólho rabiosque ao léu...

Ao ver a imagem que se segue, qual é a primeira coisa que lhe vem à cabeça?

Talvez pense que se trata de alguma sessão de fotos para alguma revista tipo "Caras" ou afins. Ou então, talvez esteja a imaginar que é o modelito que está a sacar fotos para depois meter no seu Hi5.
Mas agora vejamos o belo do cenário que temos de fundo:

Lá está... o belo do "pinoco" que tanta vez temos abordado aqui no blog.

Estas imagens foram captadas hoje mesmo em plena zona da Torre (aka ponto mais alto de Portugal Continental).

Até aqui tudo poderia ser considerado minimamente normal.

Agora vejamos o video que se segue:


Hummm... não viu nada de estranho no video?

Convido-o a ver novamente... certamente irá observar que alguma coisa estranha.

Já viu? Ainda não? Talvez se vir o próximo video, descubra o que o anterior video deixava antever:



É verdade... cada vez que vou à Serra, capto sempre algumas imagens para ir publicando aqui no blog.

Também é verdade... que cada vez que vou à Serra, venho de lá surpreendido com as inúmeras situações caricatas que estão ao virar de cada calhau.

Agora, o que captei este domingo, é das coisas mais surreais que jamais esperei captar na nossa Serra.

Ao ver atitudes como estas, pergunto-me:

O que é que esta Serra fez para merecer visitantes deste nível?

O que é que esta gente tem na cabeça, para ter uma atitude como esta?

Será que este é um novo tipo de turismo, em que os turistas vão aos locais emblemáticos para depois "sacarem" uma foto com o "ass" de fora para poderem mostrar aos amigos? Já tou mesmo a ver... "ó meu, topa-me aí com o "ass ao léu" no ponto mais alto de Portugal"... "foi altamente, tava um grizo do caraças, mas curti bué fazer esta cena, meu..."

Enfim...

ps: para a próxima senhores do rabo ao léu, olhem em todas as direcções antes de fazerem a figurinha que fizeram... A Serra da Estrela merece pessoas com mais nível que vocês...

3 comentários:

newsubstance disse...

AHAHHAHAHA :x de cu po céu AHAHAHH

Anónimo disse...

Quanto a mim são livres de fazer o que quiserem. Nunca fui de moralismos e bons costumes. Na verdade estou-me perfeitamente nas tintas para a etiqueta!
Aliás, com o aparente retorno do Salazarismo (em muitas mentes) até acho refrescante certas atitudes "libertárias"!

O que realmente me incomóda são os porcos que abandonam lixo pela serra fora... entenda-se por lixo, não apenas os plasticos mas também as instalações inteirinhas da famosa ESTÂNCIA VODAFONE.

Um abraço

Paulo Roxo

Penhas disse...

E o fotografo estava lá....!
Como sempre!

2 marmelos na Torre de cu ao léu e o fotografo, atrás de uma giesta, estava lá!
Uma lixarada a sair do contentor e o fotografo não apanha, mas estava lá!´

Ninguém o vê porque ninguém vai reparar num raposo com uma cannon ao pescoço.

Grande fotografo, que está sempre em cima do acontecimento!

Melhor, de alguns acontecimentos porque quando pintam ou escrevem a lápis imitando analfabrutos, o fotografo só aparece no após.

No físico é um fotopresente e na escrita é um fotopassado.

Mas o fotografo não trabalha? Não tem estúdio?
Morará na Torre? Será locatário? Ou algum proprietário?
Até usofrutuário?

A verdade é que seja Sábado ou Domingo ou até dia de semana, em horário útil ou nobre, ele está lá.
Sempre lá!

Terá uma cabrada?
Ou uma ovelhada?
Ou subsidio do Ifadap?

Uma verdadeira fotoratoeira!